sábado, 18 de maio de 2024

A restauração do anfiteatro dos Jardins de Boboli  

Mecenas de tempos modernos, a americana Veronica Atkins, uma confessa apaixonada por Florença, doou 4,8 milhões de dólares para a restauração do anfiteatro dos Jardins de Boboli. O jardim renascentista ocupa uma área de 45 mil metros quadrados nos fundos do Palácio Pitti e foi projetado pelo arquiteto Niccolò Pericoli, a pedido da duquesa Leonor de Toledo. Sua construção teve início no século XVI. Trata-se da maior doação particular feita a um museu fiorentino As obras terão início nos próximos meses e devem durar entre dois e três anos.

 

 

O objetivo é restaurar o exuberante espaço e recuperar a sua vocação original para receber espectáculos, principalmente de óperas – por ali já passaram apresentações como L’incoronazione di Poppea de Monteverdi, com a cenografia assinada pelo arquiteto Michelucci, e o blockbuster Troilus and Cressida, de Shakespeare, segundo Visconti e Zeffirelli. “Em breve veremos novamente os melhores cantores se apresentando no belo cenário cercado de verde, no grandioso cenário do Imperial e Real Palácio Pitti, para receber os aplausos não de alguns seletos, mas de todo o grande público que irá ocupar as arquibancadas e escadarias para uma experiência única”, disse o diretor Eike Schmidt ao Corriere Fiorentino.

 

 

Veronica Atkins está entre os mecenas mais conhecidos do mundo na área da cultura, especificamente da música. Através dos Amigos das Galerias Uffizi, ela também financiou a restauração do Terraço dos Mapas Geográficos nos Uffizi, a série de tapeçarias Valois no museu florentino e a Sala di Bona no Palazzo Pitti. Em outubro passado, ela deu um dos melhores pianos do mundo para concertos na Sala Bianca do antigo palácio dos Médici e, na ocasião, foi premiada com as chaves da cidade de Florença.

 

 Eike Schmidt e Veronica Atkins

 

 

Avatar

Este post foi escrito por: Anna Paula Guerra

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

3 comentários em "A restauração do anfiteatro dos Jardins de Boboli  "

Deixe uma resposta