quinta-feira, 18 de julho de 2024

As celebrações do solstício

 

As celebrações do solstício marcam o início do verão no hemisfério norte e do inverno no hemisfério sul e tem sido razão de várias celebrações desde os primórdios da humanidade em várias partes do planeta.

 

Stonehenge, na Inglaterra, por exemplo, é um monumento que foi construído no período neolítico, onde grandes blocos de pedra foram cuidadosamente colocados para as celebrações, e até hoje no solstício de verão o sol nasce exatamente no portal construído de pedras.

 

A relação do sol com o elemento fogo acompanha a evolução do planeta terra e também a evolução do homem, que através de habilidade e expertise no uso do fogo, evoluiu através do aprimoramento da alimentação, da criação de utensílios para caça e para própria preservação de animais e inimigos.

 

Os povos antigos já usavam o fogo em rituais e celebrações do solstício, e esses rituais têm sido repetidos por várias culturas e religiões, como nas comemorações juninas de São João e São Pedro, nos quais fogueira e fogos são elementos principais nas festas. Celebrar o sol e o fogo é celebrar a luz, que dissipa sombras e trevas, iluminando os nossos caminhos rumo à evolução pessoal e coletiva. Marque @ quem gostaria de saber.

Avatar

Este post foi escrito por: Paula Bueno

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

Deixe uma resposta