terça-feira, 23 de abril de 2024

Atmosfera Ambiente marca estreia de William Carpenter no Brasil

 

Atmosfera Ambiente é a primeira exposição do arquiteto e artista William Carpenter no Brasil e ele escolheu a Arte Plena Casa Galeria para essa estreia em terras cerratenses. Sua trajetória é extensa: exposição na Bienal de Veneza (Itália), no National Building Museum (Washington DC), no High Museum (Atlanta GA), pinturas na coleção permanente do Mercedes Benz Stadium, The Edward Baron Cohen Collection. Mestrado em arquitetura em Virginia Polytechnic Institute And State University (USA), Doutorado em  Birmingham Institute Of Art And Design (UK), autor reputado, com dezenas de publicações.

 

Ainda há a faceta musical: multi instrumentista, desenvolve o projeto de música minimalista experimental Wiederfaden, ou “recapitular” , traduzindo livremente. Na abertura da exposição, William vai fazer uma apresentação musical solo, otimizando a fruição do visitante.

 

William Carpenter é um artista raro, não pela técnica empregada – desenhos, guaches e aquarelas -, mas pelo que se enxerga no resultado final de suas obras. As composições se equilibram em uma variada paleta de cores, drippings, fusões de elementos pictóricos espontâneos, grandes áreas vazias, tudo em uma superfície curiosa: uma espécie de papel vegetal, típico do repertório de arquitetos.

 

Conforme observação do próprio artista, a transparência, a opacidade e a translucidez criam profundidade e conferem sentimento nas camadas do que chama de “atmosfera” e “espaço universal”.  E é sobre isso que sua natureza anímica quer tratar: da gratidão, da perda, do luto, da cura e da intenção  esperançosa. Através das camadas, a pintura expressa uma atmosfera ambiente usando o silêncio efêmero e a luz como ingredientes. Cria-se, sobretudo, um lugar-espaço de pausa e fruição: um hiato onde o gesto é prólogo, a mancha silenciosa é fatura e  a atmosfera prende a respiração de uma obra para outra.

 

São obras semelhantes e a semelhança é necessária para se provar um ponto: a composição é apenas uma ponte de um lugar de observação para um ponto de chegada registrado como uma expressão da grandiosidade da natureza e seus elementos.

 

Sua ligação com o Brasil se justifica pelo fato que Carpenter se casou com uma brasileira – Celma Rosa Carpenter -, a quem rende homenagens pelo apoio incondicional e tem passado longas temporadas no país, em seu sítio, no município de Santo Antônio de Goiás, arredores da capital goiana. O lugar é bucolicamente inspirador, tanto que grande parte da produção recente do artista já é sob o efeito da inspiração das vicissitudes locais e das escaldantes temperaturas da região, diferente do ameno e úmido clima no estado sulista da Geórgia, sua residência original.

 

De lá pra cá são quase 7.000 km e uma imensidão cultural abissal e é nesse percurso que se insere o artista William, caucasiano, fortemente influenciado pela música negra americana e pela sensibilidade das criaturas; William não fala português, mas já é quase capaz de reproduzir em maneirismo o modus goiano, com o plus do olhar  extraterritorial.

 

Atmosfera Ambiente é profusão em formas e é, ainda, a iconografia de um rito; o rito do homem perseguindo seu interior para, a partir dele, se projetar aos céus e ao azimute, subvertendo a ponderabilidade da matéria física e fincando bandeira na abstração de um pensamento de possibilidades infinitas. Além do conjunto de pinturas tachistas contemporâneas, os desenhos de observação e os sketches fazem parte do rico repertório de William, sempre com a organicidade da despretensão do rigor.

 

A mostra Atmosfera Ambiente tem curadoria e expografia de Sandro Tôrres e encerra a programação de aniversário da Arte Plena e abre o novo ciclo de 16 anos de existência e muita arte.

 

SERVIÇO:
Exposição individual ATMOSFERA AMBIENTE, do artista WILLIAM CARPENTER
Curadoria: Sandro Tôrres
LOCAL: ARTE PLENA CASA GALERIA – Rua 89, 546, Setor Sul, Goiânia-GO, CEP 74.093-140
ABERTURA: Dia 6 de setembro de 2023, das 19 às 22 horas
VISITAÇÃO: De 8 de setembro a 4 de novembro de 2023 – entrada franca
Horário de funcionamento: de segunda a sexta, 10 às 19 horas e aos  sábados das 10 às 13 horas
Obs.: Visitas com agendamento pelo fone  62 99922-1386.

 

Com: Sandro Tôrres

Avatar

Este post foi escrito por: Britz Lopes

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

Deixe uma resposta