sábado, 18 de maio de 2024

Caçarolices por Rimene Amaral

 

 

 Um sabor chamado lavanda  —  A primeira vez que eu vi uma moita de lavanda na minha frente, esfreguei um pendão na palma das mãos, coloquei-as espalmadas em frente ao nariz e respirei fundo o perfume e o bálsamo da calmaria. Desde então, comecei a prestar mais atenção à planta. Hoje tenho uma moita em casa. Não falta mais.

 

Pois bem, foi numa viagem que conheci pratos elaboradíssimos, no interior da França, feitos com um toque de lavanda. Tinha uma espécie de creme brûlée de lavanda com limão siciliano que poderia, facilmente, ser uma das sobremesas do meu último cardápio. Que sabor! Que sutileza! Que originalidade!

 

O cardápio era surpreendente. Tinha um prato que era uma codorna recheada com frutas vermelhas e ervas, servida com cuscuz marroquino e crisp de queijo, que eu daria uma unha pra comer de novo. Mas foi uma massa me chamou a atenção: Tagliatelle au Provence, com molho de cogumelos Paris e queijo brie. O segredo estava na água que cozeu a massa!

 

 

O segredo era o seguinte: um litro de água para cada 150 gramas de massa, 2 buquês de lavanda para a mesma quantidade, 2 cravos da Índia, 1 folha de louro e sal. É essa mistura que vai ferver até virar um chá perfumado, onde a massa será cozida. A mistura de tudo isso promove um sabor inenarrável. Inigualável!

 

Como fazer

Comece pelo molho, enquanto a água com as ervas faz a alquimia. Quando a massa estiver cozida, ela já vai para o prato, molho e… céu!

Numa frigideira funda, refogue 2 colheres de sopa de cebola ralada em 5 colheres de azeite. Acrescente uma colherinha de café de pimenta dedo de moça picadinha (sem semente) e 1 dente de alho (pequeno) picadinho. 1 copo americano de creme de leite fresco e uma pitada boa de noz-moscada ralada.

 

Depois de ferver e extrair bem a essência das ervas, retire-as com uma espumadeira e coloque a massa para cozinhar. Siga o tempo descrito na embalagem, menos dois minutos.

 

Serviço

Massa no prato fundo, molho de cogumelos por cima (acrescente 2 colheres de sopa da água que cozinhou a massa e misture ao molho) e pedaços de queijo brie por cima. Na hora de servir, o garçom passou o maçarico pra tostar o queijo. Umas florezinhas de lavanda pra finalizar e um riesling gelado pra acompanhar aguça ainda mais o paladar.

 

Vocabulário de forno e fogão 

Brunoise – termo francês usado para alimento cortado em cubinhos de 32 centímetros.

 

Razões para o sorvete de creme

  1. Bolo de laranja com sorvete de creme
  2. Sorvete de creme com queijo parmesão ralado
  3. Café com sorvete de creme e chocolate
  4. Panqueca com sorvete de creme e mel

 

 Clássicos imutáveis

Muita coisa permanece a mesma desde que foi criada. Algumas passaram por pequenas adaptações. Alimentos que todos os dias estão ali, cumprindo seu papel e trazendo a mesma alegria de sempre.

  • Pão francês quentinho
  • Farinha de mandioca torrada
  • Suco de laranja (sem gelo e sem açúcar)
  • Pastel de feira
  • Panqueca com sorvete de creme e mel

 

Um novo olhar sobre a beterraba

 

Pára tudo! Esqueça aquela história de beterraba cozida em rodelas e saladinha ralada. Se é pra comer, vamos fazer a coisa certa. Eu sempre uso sabores diferentes para dar um up nesse tubérculo com alto teor de ferro, vitaminas do complexo B, C e, por isso, ótimo para fortalecer a imunidade. Vamos lá…

2 beterrabas médias picadas em cubinhos

½ cebola roxa picadinha

2 colheres (sopa) de coentro picadinho (Não gosta de coentro? Que pena! Substitua por salsa)

1 colher (chá) de pimenta dedo de moça picadinha

Raspas e o caldo de ½ limão siciliano

Tomilho fresco

Sal, pimenta do reino e azeite. Deixe gelar e, antes de servir, acrescente creme de leite.

Deliciosa, refrescante e saudável.

 

Marinada 

 

Coadjuvante – Um pimentão amarelo, tostado na chama do fogão, dá um sabor mais que especial ao molho de tomate.

By the way…– Molho de tomate esse que pode ser consumido com pão e vinho. Sinta-se na Santa Ceia.

Menos é mais– Mandioca cozida quente com manteiga de leite. Só.

Finesse– O brigadeiro vai ficar mais lisinho e cremoso se ganhar uma caixinha de creme de leite à receita tradicional.

Pitada– Uma colherinha (café) de sal na vitamina de abacate faz as papilas muito mais alegres.

Avatar

Este post foi escrito por: Rimene Amaral

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

Deixe uma resposta