quarta-feira, 17 de julho de 2024

Century 21: a volta de um ícone de Nova York

 

Tem ideia de quantas sacoleiras de luxo e madames já amanheceram na porta da icônica loja Century 21 para se abastecerem de roupas grifadas a preço camaradas antes que elas ganhassem as araras? Pois é, vai começar tudo de novo. A loja, símbolo de Nova York, localizada no número 22 da Cortlandt Street, em frente ao World Trade Center, decretou falência em 2020, mas já vai reabrir na primavera do ano que vem.

O anúncio, feito pela assessoria da empresa, destaca que a loja física vai oferecer, a partir de então, uma experiência mais simplificada ao cliente – seja lá o que isso signifique. Na antiga Century, era só pegar um carrinho e encher com tudo o que víamos pela frente: roupas, sapatos, óculos, perfumes, bolsas… e ser feliz.

Outra novidade é que o logotipo vai incluir as iniciais da cidade: NYC. O que vai permanecer como antes é o tamanho da loja: em seus quatro andares principais a varejista vai oferecer roupas masculinas, femininas e infantis de grife, acessórios e agasalhos com descontos bem camaradas.

Diretor executivo da Century 21, Raymond Gindi disse que a loja é uma marca registrada da cidade, símbolo de longa resiliência e do espírito inabalável da cidade. “Em 60 anos de história, fechamos as portas apenas duas vezes, uma após os ataques de 11 de setembro e durante a pandemia de Covid-19. Mas, como verdadeiros nova-iorquinos, nos preservamos”.

 

Foto: Timeoutnyc

Avatar

Este post foi escrito por: Carmen Lucia

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

2 comentários em "Century 21: a volta de um ícone de Nova York"

Deixe uma resposta