quinta-feira, 25 de abril de 2024

Como o artista vê a cidade

 

José César Clímaco, ou simplesmente ZéCésar, é um dos grandes gravadores do estado por sua atuação dentro e fora da academia. Lecionou por mais de três décadas na UFG e continua acompanhando um grupo independente de pesquisa, o Ateliê Livre de Gravura. O consagrado artista plástico e professor abre, hoje, exposição que faz parte da programação dos 15 anos da Arte Plena Galeria. A individual Paint – Gravuras Inéditas fica em cartaz até o dia 24 de setembro.

 

Ele tem ateliê em Goiânia e busca, em sua pesquisa plástica, novos suportes e formas de aprimoramento do que, segundo ele, tem sido um ofício de sua vida adulta: a gravura, mantendo o olhar sobre a cidade, suas nuances e possibilidades.

Para essa exposição de gravuras digitais (impressão em fine art), o artista, em parceria com a galeria, fez um recorte de sua produção entre 2018 e 2022, com trabalhos inéditos em dimensões variadas.

 

“Entendo gravura digital como sendo aquela concebida, elaborada e realizada por meios digitais, no computador. Minhas gravuras foram feitas no programa Paint, um dos mais primários de criação ou tratamento de imagens, mas que explorado a fundo permite alcançar resultados bastante gratificantes”, compartilha o artista. De acordo com ele, outras vezes recorre também ao Microsoft Office Picture Manager, apenas para pequenas alterações de cores ou tonalidades.

O título da Exposição “Paint”, surgiu do trabalho de escanear desenhos a lápis ou caneta sobre papel, da ferramenta digital utilizada, para retrabalhar esses originais, além da tradução da palavra que sugere o gesto de pintar. A exposição conta com cerca de 35 trabalhos do artista.

 

Serviço

Local: Arte Plena Casa Galeria – Rua 89, nº 546, Setor Sul, Goiânia-GO
Abertura: 23 de agosto – das 18 às 22 horas.
Visitação gratuita: 24 de agosto a 24 de setembro de 2022

Com palavra comunicação

Avatar

Este post foi escrito por: Britz Lopes

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

Deixe uma resposta