terça-feira, 23 de abril de 2024

Decisão estranha sobre o Plano Diretor

 

Em duas últimas horas de trabalho no Fórum de Pirenópolis, a juíza de direito da 2ª vara cível e fazenda pública, Renata Farias Costa Gomes de Barros Nacagami, voltou atrás na própria decisão que havia proferido em fevereiro, anulando a sentença do mandado de segurança que suspendia a votação do Projeto de Lei do Novo Plano Diretor de Pirenópolis.

 

Isso significa que o Projeto de Lei do Plano Diretor poderá ir para a Câmara de Vereadores na semana que vem, para votação e aprovação em plenário com todas as irregularidades que a própria juíza reconheceu em decisões anteriores.

 

Outros fatores chamaram a atenção da comunidade: um deles é que as resoluções da juíza Renata Farias Costa Gomes de Barros Nacagami, voltando atrás em todas as suas sentenças anteriores, foram assinadas no final da tarde da última terça- feira (04), exatamente às 16h50 e a outra 18h20, minutos depois que Fórum de Pirenópolis encerou o expediente e fixou na porta aviso que fica fechado até o dia 10 de abril.  Mais: a Federação de Indústria e Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio) entrou com pedido de intervenção na Ação Popular, através de um grande escritório de advocacia do estado e isso com certeza influenciou na decisão da magistrada.

 

Com @pirenopolisonline

Avatar

Este post foi escrito por: Britz Lopes

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

Deixe uma resposta