sexta-feira, 12 de abril de 2024

Detran faz força-tarefa em campanha pelo uso da faixa de pedestre

 

O Governo de Goiás, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), lançou a Semana Goiana de Atenção à Faixa de Pedestre. Serão realizadas mais de 300 ações educativas, além de campanha publicitária, com o intuito de conscientizar a população sobre os cuidados necessários para a prevenção de acidentes. A programação vai até sexta-feira, dia 8 de dezembro.

 

Dados da Secretaria de Segurança Pública apontam que de janeiro a outubro deste ano aconteceram 1.559 atropelamentos no estado, resultando em 77 mortes. “São em média cinco atropelamentos por dia e uma morte a cada quatro dias. São números inaceitáveis”, destaca o presidente do Detran-GO, delegado Waldir.

 

“Por isso, na Semana estamos focando na parte mais frágil do trânsito. Sem nenhuma proteção, o risco de ferimentos graves aumenta para os pedestres em caso de acidentes. E quando protegemos os pedestres, estamos protegendo a todos. Em algum momento, somos todos pedestres, especialmente as crianças”, complementa.

 

Conforme o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), deixar de dar preferência ao pedestre é uma infração gravíssima. Além disso, mesmo que não exista faixa de pedestre, quem atravessa as ruas caminhando tem prioridade no trânsito.

 

Durante o lançamento, a estudante Clara Mello, de 24 anos, contou sobre o atropelamento do qual foi vítima, em agosto deste ano. Depois de mais de 40 dias em coma, ela ainda luta para restabelecer a rotina, com fraturas na coluna, tórax e clavícula. “É uma história que tem que ser contada para que as pessoas se sensibilizem e passem a respeitar a faixa”, enfatiza.

 

Ações

Uma força-tarefa composta por educadores de trânsito, policiais militares, e servidores do Detran vai realizar blitze educativa com o objetivo de orientar condutores e pedestres sobre a importância de respeitar e utilizar corretamente a faixa de pedestre.

 

Para as ações, Goiânia foi dividida em dez regiões, sendo que pelo menos duas delas serão atendidas diariamente. Serão distribuídos materiais educativos e repassadas orientações sobre travessia segura.

 

Penalidades

O artigo 214 do CTB estabelece que o motorista que deixar de dar preferência de passagem ao pedestre na faixa – mesmo que o sinal esteja verde para o veículo – comete infração gravíssima, sujeito a 7 pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 293,47. O motorista também deve permitir que o pedestre complete a travessia, mesmo que não haja faixa ou sinalização, sob pena de cometer infração grave, 5 pontos na CNH e multa de R$ 195,23.

 

O pedestre também tem obrigações a cumprir. Mesmo na faixa, é necessário acenar demonstrando a intenção de atravessar e esperar os veículos pararem para iniciar a travessia.

 

Fotos: Detran

Com: Departamento Estadual de Trânsito de Goiás – Governo de Goiás

Avatar

Este post foi escrito por: Britz Lopes

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

Deixe uma resposta