domingo, 21 de abril de 2024

Direto para o cardápio

 

Caçarolices – Havia o equivalente a dois bifes grossos de um pernil suíno na geladeira. A preocupação da minha mãe, naquele domingo, era com a forma de fazer a carne. Ela estava meio cansada do mesmo picadinho suíno, refogado com cebola queimada e mostarda. “Vou grelhar com ervas e alho”, sentenciei!

 

Fiz dois bifes de, aproximadamente, 200 gramas cada. Sabe uma coisa totalmente despretensiosa? E a simplicidade… E o sabor! A carne suína é muito mais saborosa, ao meu paladar, e, por isso mesmo, precisa dos temperos certos e das ervas certas. Nada exagerado: sal e pimenta do reino na carne como tempero e 1 dente de alho esmagado, 1 ramo de alecrim fresco e um punhado de tomilho para a manteiga. Na manteiga! Isso poderia estar no cardápio de qualquer bom restaurante.

 

Primeiro dividi a carne em dois bifes altos e fiz cortes contra as fibras da carne. Serve também para o tempero penetrar. Sal e pimenta do reino moída na hora, de um lado e do outro. Na frigideira, 1 colher de sopa de manteiga, o alho esmagado, o alecrim e o tomilho. Deixe a carne fritar de um lado sem mexer (uns dois minutos). Vire e comece a jogar a manteiga de ervas por cima com uma colher. Se preferir a carne mais bem passada, deixe mais tempo dos dois lados.

 

Tire a carne da frigideira e deixe-a descansar. Enquanto isso, corte uma cebola roxa (ou a que tiver) em pétalas, vagem em pedaços de aproximadamente 10 centímetros. Na mesma frigideira, acrescente um pouco de azeite e salteie a cebola e a vagem até que fiquem macias, mas crocantes por fora. Uma pitadinha de sal, mais um pouquinho de pimenta do reino e uma colher de molho inglês (opcional) e sirva por cima do bife.

 

Minha mãe se surpreendeu. E eu também. Apesar de o prato aceitar qualquer carboidrato como acompanhamento, sugiro batatas assadas. Para os mais tradicionais, arroz branco com raspas de laranja ou um espaguete ao sugo. Uma taça de um Pinot Noir frutado e… voilà!

 

 

Vocabulário de forno e fogão

Emulsionar – Bater vigorosamente ingredientes que não se misturam, formando uma emulsão.

 

 

Bolinho grelhado de frango defumado

 

Bolinho de frango defumado

Aí você chega em casa com preguiça de cozinhar, mas não abre mão de um petisco de responsa, estilo petisco de boteco, para acompanhar aquele vinho branco gelado ou uma cerveja trincando, por que não? Lembra daquele franguinho defumado que sobrou do salpicão e que está passando temporada no freezer? Hora de “desmumificá-lo”. Desfie o frango em pedaços pequenos e acrescente:

1 cebola ralada, 1 cenoura ralada, 1 ovo, 2 colheres de sopa de farinha de trigo, 2 colheres de amigo de milho, 3 colheres de azeite, 1 pimenta dedo de moça picadinha (coloquei metade da semente), salsinha picada em abundância (coloquei 4 colheres), pimenta do reino, 1 colher de chá de páprica defumada e sal a gosto.

Faz assim: faça os bolinhos e coloque um pedaço de muçarela dentro de cada um. Daí há duas opções: 1 – air fryer a 160° por 20 minutos (ou até ficarem dourados) ou 2 – grelhe-os numa frigideira antiaderente com azeite.

Espero que, neste momento, a cerveja já esteja gelada ou o vinho na taça.

 

 

Detalhes para um desjejum de classe

  • Pitada de canela no café
  • Uma colher de creme de leite para o ovo mexido
  • Mel no queijo minas
  • Quatro gotas de essência de baunilha no suco de laranja
  • Manteiga sempre. Margarina nunca. Nunca!

 

Geleia de amora com queijo brie

 

Passagem pro céu

Tenho mão boa para plantar. Isso significa que a amoreira que plantei no quintal produz sem parar. E produz muito. Faço molho de amora, suco de amora, torta de amora, bolo de amora e muita, mas muita geleia de amora. E as formas de degustar a geleia são muitas. Uma delas: geleia de amora com alecrim, servida numa fatia de queijo brie e folhas de hortelã, como na foto. De olhos fechados, eu saio do corpo.

 

 

Frase

Todos os cogumelos são comestíveis. Alguns só uma vez.

 

 

Marinada

Foto: Polina Tankilevitch

 

Light – Fatias de bacon (foto acima) ficam muito mais sequinhas se colocadas no micro-ondas por um minuto, entre duas folhas de toalha de papel.

Vegano – Quibe de batata. É simples: apenas substitua a carne moída pela mesma quantidade de batatas cozidas e amassadas. Surpreendente!

Sem preconceito – Já experimentou lasanha à bolonhesa, servida com alface americana e azeite? Permita-se!

Salada – Tomate, pepino, cebola roxa e coentro. Molho: mostarda de Dijon, azeite, pimenta do reino e gotas de laranja.

Dúvida – Não sei o que mais vale a pena: um manjar de coco com calda de ameixa ou um beijinho de coco queimado.

 

Bom apetite! Até a próxima…

Avatar

Este post foi escrito por: Rimene Amaral

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

Deixe uma resposta