domingo, 14 de julho de 2024

E o Oscar de Melhor Tomate vai para…

 

A pequena e pacata cidade de Goianápolis, em Goiás (BR), é considerada a capital do tomate, o fruto de baixas calorias e pleno de nutrientes: é rico em licopeno – poderoso antioxidante natural –, vitaminas A, B, C, K e minerais, como fósforo, potássio, cálcio, magnésio e ferro. Sem contar que é um coringa na cozinha. E é lá que está acontecendo, até domingo, a 37 edição da Festa do Tomate, que tem até um parque de exposições só pra ele.

 

Para valorizar o trabalho dos agricultores, a Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater) criou o Concurso do Melhor Tomate 2023, que será conhecido amanhã, penúltimo dia da festa, que tem uma agenda recheada de atrações musicais e cavalgada. Tanto barulho não é por pouco. No ano que passou, o município comercializou, na Central de Abastecimento de Goiânia, mais de 28 toneladas do fruto.

 

O desempenho de Goianápolis, terra do cantor Leonardo, faz do Brasil um dos grandes produtores do fruto. Segundo o Mapas e Estatísticas do Mundo e Regiões (Atlasbig), opaís ocupa o 9° lugar na produção de tomate. E em 2022, a produção nacional somou 3,8 milhões de toneladas. Entre os estados, o destaque foi para Goiás, que, de acordo com a Secretaria de Agricultura de Goiás, representa 29,9% desse total.

 

Sobre o concurso: Para a avaliação da lavoura, critérios como a preservação do meio ambiente, o uso correto de defensivos agrícolas e o descarte apropriado das embalagens serão verificados. Durante a visita, um questionário é realizado com o produtor para colher informações referentes à propriedade e o cultivo. O questionário também será utilizado na pontuação da banca julgadora do concurso.

 

Premiação: Os jurados avaliarão tanto a parte externa quanto a parte interna do tomate. Itens como defeitos na casca do fruto, o peso de cada unidade, a qualidade da lavoura e as respostas do questionário durante a visita serão pontuados. Os três melhores produtores serão premiados. O primeiro colocado receberá R$10.560, o segundo levará para casa R$5.280 e o terceiro, R$1.320.

 

Com: Comunicação Setorial da Emater Goiás

Foto de Rauf Allahverdiyev: pexels.com/pt

Avatar

Este post foi escrito por: Britz Lopes

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

Deixe uma resposta