sexta-feira, 12 de abril de 2024

Espaço para mergulhos na leitura

 

O atual momento pós-pandemia e o peso do rápido avanço da tecnologia têm estimulado a busca e o resgate de hábitos que haviam sido deixados de lado. Criar um espaço para alguma forma de lazer tem sido algo frequente.

 

O hábito da leitura estimula a criatividade e a imaginação, melhora o vocabulário e a escrita, e pode gerar paz e descanso para a mente. A criação de um espaço dedicado a leitura serve de estímulo e traz personalidade para o lar.

 

O cantinho da leitura pode ser montado em qualquer espaço da casa. Para compô-lo, pode-se investir em cadeiras ou poltronas que sejam confortáveis e que combinem com o ambiente. Os livros podem ficar à vista, juntos com objetos de decoração, tornando o espaço criativo, aconchegante e estimulante.

 

 

Se o local for amplo, o uso de estantes e marcenaria planejada deixa o espaço bem personalizado para receber os livros e outros itens de acervo pessoal. Já no caso de ambientes pequenos, as prateleiras e nichos prontos conseguem adequar as necessidades e são práticas e versáteis, uma vez que permitem a escolha de diversos modelos, cores e tamanhos e podem ser instaladas de diversas formas.

 

Outro detalhe importantíssimo e indispensável para esse ambiente é o uso de uma boa iluminação. O cantinho pode ser montado inclusive naquele local da casa que possui a melhor entrada de luz natural. Ou então, pode-se adequar a iluminação com uso de abajures ou luminárias, que podem ser funcionais ou decorativas, dando aquele charme para o ambiente.

 

Ah! E vale lembrar da decoração para incrementar e compor o local. Mesinha lateral à poltrona, vasinhos de plantas naturais ou artificiais, tapetes, relógios de parede, fotos de família e quadros dão aquele toque especial. Depois disso, é só se acomodar na poltrona e desfrutar o momento.  Boa leitura!

 

Fotos: Pinterest

Avatar

Este post foi escrito por: Natália Crosara

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

Deixe uma resposta