sábado, 18 de maio de 2024

Excomunhão 

 

Café com Sueli Arantes — O grupo de Wanderley Tavares, o misterioso homem da Igreja Universal que mandava, de Brasília, na Prefeitura de Goiânia, desidratou e não anda valendo um centavo furado no Paço Municipal. O fim do poder de Tavares foi marcado com a demissão de Arthur Bernardes do comando do Escritório de Prioridades Estratégicas, cargo que ele ocupava depois de deixar a Secretaria Municipal de Governo. O grupo de Brasília tinha ligação em Goiânia com o ex-deputado e empresário Pedrinho Abrão. Com a guinada, o prefeito Rogério Cruz quer impor sua personalidade na gestão de Goiânia. 

 

 

Acarajé quente   

O publicitário Fernando Barros, dono da Propeg, a poderosa empresa baiana que cuida do marketing do governador Ronaldo Caiado, esteve para chutar o balde e abandonar o barco no último final de semana. Barros entrou em atrito com o grupo palaciano caiadista, mas a turma do deixa-disso agiu rápido e os ânimos foram serenados. Pelo menos por enquanto.

 

Marketing 

Quem dá as cartas na campanha de Marconi Perillo ao Senado é o publicitário Paulo de Tarso, que vem a ser o criador do lendário jingle Lula lá. Tarso foi contratado como consultor e já está no batente na Makro Produtora, que faz as peças de marketing do ex-governador tucano.

 

 

Made in Goiás

O filósofo Vladimir Safatle, filho do ex-secretário de Planejamento de Goiás, Fernando Safatle, é candidato a deputado federal pelo Psol em São Paulo. Vladimir escreve artigos semanais na Folha de S. Paulo e atua como professor na USP.

 

Foto: Douglas Gomes

Avatar

Este post foi escrito por: Sueli Arantes

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

Deixe uma resposta