sábado, 18 de maio de 2024

Filarmônica de Goiás abre temporada inclusiva

 

A Orquestra Filarmônica de Goiás (OFG) realiza, nesta sexta-feira, 3 de março, às 20 horas, o primeiro concerto da temporada de 2023. Sob regência do maestro Neil Thomson, o espetáculo será apresentado no Palácio da Música do Centro Cultural Oscar Niemeyer (CCON), unidade do Governo de Goiás, e terá a participação especial da pianista indicada ao Grammy Latino, Erika Ribeiro. A entrada é gratuita.

 

“Terra Nova” é o nome escolhido para a nova temporada da Filarmônica de Goiás, que tem como objetivo principal ampliar a difusão da música de concerto. “Queremos apresentar uma temporada forte e ousada para todos. Misturar música familiar e desconhecida”, afirma o maestro Neil Thomson, que também é diretor artístico da orquestra.

 

O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcio Cesar Pereira, relembra os resultados positivos que a orquestra conquistou no ano passado com o projeto Brasil em Concerto. “Nossos músicos gravaram dois CDs com obras do compositor Claudio Santoro e ganharam projeção internacional. Sucesso que é resultado do movimento de democratização da música clássica. Queremos mostrar que todos podem viver momentos inspiradores por meio dela”.

 

Diversos artistas convidados estão agendados para participarem da temporada Terra Nova, como os maestros José Luis Castilho, Gianna Fratta, Noam Zur e Marechal Gaioso Pinto. Entre os solistas, vão participar Jean Louis Steuermann, Sônia Rubinsky, Fábio Zanon, Vlad Maistorovici, Marina Martins e Denise de Freitas.

 

Em 2023, os projetos voltados à inclusão serão expandidos para outros públicos e outras regiões do Estado de Goiás. Além disso, a Filarmônica de Goiás gravará mais dois CDs com obras do compositor Claudio Santoro, dentro do projeto Brasil em Concerto, do Ministério das Relações Exteriores. Também está previsto o lançamento de outros três álbuns.

 

Primeiro concerto da temporada


Para esta primeira apresentação da Filarmônica de Goiás, o programa contempla obras como “Romanian Rhapsody No. 1 in A major” de Enescu; “Choros No. 6 (1926)” do compositor brasileiro Villa-Lobos; e “Petrushka Revised 1911” de Stravinsky. As três obras são de grandes mestres do século XX, que têm em comum composições folclóricas e populares.

 

O maestro Neil Thomson faz questão de ressaltar as habilidades de cada compositor que compõe o primeiro concerto da OFG. “Enescu é frequentemente descrito como um novo Mozart. Ele sempre foi fascinado pela música folclórica da Romênia, sua terra natal. Stravinsky não foi apenas um dos maiores compositores do século 20, mas também um dos maiores compositores de balé. Villa-Lobos é o nosso grande compositor nacional, sua música é altamente individual e cheia de ritmos”.

 

A Orquestra Filarmônica de Goiás é mantida pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), e gerida pelo Centro de Educação, Trabalho e Tecnologia (CETT) da Universidade Federal de Goiás (UFG).

 

Serviço
Assunto: Filarmônica de Goiás faz concerto de abertura da Temporada 2023
Quando: sexta-feira (3/3), às 20h
Onde: Palácio da Música do CCON, Av. Dep. Jamel Cecílio, Km 01, Goiânia (GO)
Entrada franca

 

Com: Amanda Costa

Foto: Cinthia Oliveira

Avatar

Este post foi escrito por: Britz Lopes

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

Deixe uma resposta