quinta-feira, 18 de julho de 2024

Jabuticaba é combustível para a economia goiana

 

Líder no cultivo de jabuticaba no Brasil, que abriga o maior pomar da fruta em todo o mundo, o município de Hidrolândia, na região metropolitana de Goiânia – Goiás, no centro do Brasil, já deu iniciou a safra deste ano. Segundo informações da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura de Hidrolândia, há cerca de 70 mil pés de jabuticaba catalogados na cidade e a expectativa é de uma renda que ultrapasse R$ 10 milhões para os produtores. O trabalho nos pomares é realizado com assistência técnica da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), que auxilia os produtores em relação ao processamento e à comercialização de jabuticaba e produtos derivados.

 

Seguindo a tradição, a partir deste mês cidade abre a temporada de visitas às propriedades para a prática de ecoturismo, onde os visitantes podem desfrutar de caminhadas nos pomares, apreciam os frutos e seus derivados, como geleias, licores e doces. “O início da safra é marcado pelo começo da irrigação nos pomares. Como de costume, os produtores aguardam o período das chuvas, que começam esparsas a partir de setembro e fazem com que a safra se estenda até a primeira quinzena de novembro”, informa Alenir Batista, extensionista local da Emater.

 

A Agência auxilia tecnicamente os produtores, com orientações sobre a produção e a manipulação do fruto. Atualmente, cerca de 114 propriedades produtoras de jabuticaba são acompanhadas pela instituição em Hidrolândia. Além disso, são desenvolvidas na Emater pesquisas que visam estudar e definir estratégias para a exploração e cultivo da jabuticaba em Goiás. A jabuticabeira é uma planta nativa da mata atlântica que se adaptou muito bem às condições do Cerrado. Entretanto, problemas relacionados à mortandade de plantas têm sido observados há mais de 20 anos em áreas com cultivo da jabuticabeira. “O projeto Fortalecimento da Cadeia Produtiva de Jabuticaba teve início em 2021 e desde então foram realizados cursos de processamento da fruta com enfoque em produtos doces e salgados; levantamento de fitonematóides e da microbiota em 12 propriedades e publicação do estudo do perfil econômico da jabuticaba no município de Hidrolândia”, explica a pesquisadora da Emater, Taís Ferreira de Almeida.

 

Maior pomar do mundo

Detentora do título de maior pomar de jabuticaba do mundo, a Fazenda e Vinícola Jabuticabal está com alta expectativa para a safra deste ano. Ao todo, é esperada a colheita de 1.400 toneladas do fruto, provenientes dos 42 mil pés de jabuticaba na propriedade. “Produzimos derivados da fruta, como aguardente, licores, geleias, fermentados e outros produtos. Também realizamos atividades de turismo rural, abrindo as portas da fazenda e da vinícola para visitantes”, destaca Marcos Paulo Batista, responsável técnico da Vinícola Jabuticabal. A produção de jabuticaba movimenta a economia local e coloca o município no mapa como o maior produtor do fruto no Brasil, de acordo com o censo agropecuário de 2017 do IBGE.

 

Com: Comunicação Setorial Emater

Foto: Ênio Tavares

 

Sabores do nosso bioma

Por Márcia Pinchemel

Somos a Savana brasileira, com grande biodiversidade e características ímpares. Com árvores de troncos grossos e retorcidos, nossos frutos foram parar no prato do brasileiro gourmet, que gosta de experimentar sabores e aromas exóticos. O Cerrado é nosso rei, de onde colhemos o baru, minha paixão, ingrediente de várias delícias doces e salgadas; a cagaita, rara e ainda pouco explorada – talvez porque sua colheita se resume a 15 dias do ano – e a jabuticaba dos quintais do Cerrado e da Mata Atlântica, queridinha de Goiás. Fruto versátil e saboroso. Aqui vai a minha receita de geléia e uma variação dela para coroar de sabor um jantar bem contemporâneo.

 

Receita da geleia
1.5 kg de jabuticaba
150g açúcar
30ml de caldo de limão
200ml de pectina de maçã
Preparo: lavar bem lavada as jabuticabas, bater no liquidificador, passar na peneira e colocar numa panela junto com todos os ingredientes. Cozer até dar o ponto. Vai bem com queijos, pães e torradas. Ou pode se transformar num rico molho:

 

Numa frigideira colocar manteiga, cebola ralada, deixar murchar. Adicione vinho deixe evaporar, acrescente a geleia e deixe dissolver. Ferver um pouco e pronto. Vai por cima de um tournedor, carré de cordeiro ou lombo suíno, juntamente com batatas sautê ou purê de batatas.

 

Avatar

Este post foi escrito por: Britz Lopes

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

Deixe uma resposta