sexta-feira, 17 de maio de 2024

Nosso Edward Mãos de Tesoura

 

Ele é praticamente o personagem vivido por Johnny Depp no filme Edward Mãos de Tesoura, de Tim Burton, lançado em 1990. Fez seu primeiro corte de cabelo aos 16 anos, amadoramente, e aos 20 já era um profissional que despontava para o sucesso. É maquiador de mão cheia, colorista irretocável, mas sua paixão mesmo é a dança das tesouras em qualquer cabeleira. Éder Bueno Macedo já fez cabeças a perder de vista, inclusive de muitas celebridades, como a dama Tônia Carrero e Eduardo Martini (foto). Nesta entrevista, ele fala sobre os cortes da moda, os atemporais e o que deve ser observado na hora de aparar a moldura do rosto.

 

BBNewsEntrevista – Com quem aprendeu a trabalhar?

Éder Bueno – Eu me considero autodidata. Aprendi a cortar no Espírito Santo quando fui morar lá e trabalhar de gerente de vendas de uma empresa. Daí, peguei gosto e comecei a fazer cursos para trabalhar com química e me aperfeiçoar sempre. E sempre procurei melhorar.

 

BBNewsEntrevista – Já nasceu cabeleireiro?

Éder Bueno – Acho que nasci com o dom, pois na minha família há muitos cabeleireiros e barbeiros – meu avô paterno era. Está no DNA. Tenho tios e primos cabeleireiros.

 

BBNewsEntrevista – Quem é seu ídolo de profissão? Por quê?

Éder Bueno – Minha inspiração é Vidal Sassonn, que cortou o cabelo de Mia Farrow para o filme O Bebê de Rosemary. Quando comecei ouvia falar dele e fui pesquisar. Eu tenho muito dele, já que gostamos muito de cabelos curtíssimos. Atualmente, acho o máximo meu amigo Celso Kamura – ele é dinâmico e antenado. Foi com ele que eu passei a gostar de usar a navalha, que dá um caimento todo diferenciado. Eu tinha medo de lidar com o instrumento e ele tirou isso de mim.

 

BBNewsEntrevista – Em quais cabeças estreladas vc já empunhou a tesoura ou o pincel?

Éder Bueno – Foram tantos… Me lembro de Luciano Szafir, Suzana Vieira, Tônia Carrero, Regina Duarte, Nathália Timberg e muitas outras. Recentemente o ator Eduardo Martini, da peça Simplesmente Clô.

 

 

BBNewsEntrevista – O que falta mais inventar no que diz respeito a corte de cabelo?

Éder Bueno – Eu acho que os métodos utilizados para se cortar um cabelo são muitos dinâmicos, mudam sempre. Os cortes são os que existem mesmo – que uns amam e outros odeiam. Isso é a moda.

 

BBNewsEntrevista – E essa moda de cabelo rainbow hair é passageira ou ainda dura?

Éder Bueno – Acho que é uma moda para ousados ou quem tem tempo de cuidar, pois a manutenção não é fácil. Acho que dura sim; a cada dia tem melhores produtos para os multicoloridos.

 

 

 

BBNewsEntrevista – O que esperar dos modelos de corte para o verão para eles e para elas?

Éder Bueno – O que vai estar na moda é o cabelo de corte médio bem repicado e desfiado, que propicia à quem o usa trabalhar algumas variações. Um tipo que dá mais leveza. Estou falando em tendência né? Os longos jamais sairão de moda, assim como os bem curtos. Mas o médio é mais elegante e sofisticado. Para o masculino é o undercut com franjas mais longas, em estilo mais clássico. A moda para cabelos é bem democrática.

 

BBNewsEntrevista – Como saber se determinado corte vai combinar com o formato do rosto e até mesmo a personalidade do cliente?

Éder Bueno – Então. Tem de ter a opinião de um profissional. Uma coisa é achar o corte bonito, outro é saber se ele se adapta a você. Tem a ver com formato do rosto, textura do cabelo etc. O que o profissional vai fazer é deixar seu cliente moderno, mas com um corte que combine como seu estilo.

 

BBNewsEntrevista – Copiar o corte dos artistas funciona?

Éder Bueno – Copiar está fora de moda. Você tem de ser autêntico. Você pode inspirar, mas tem de criar o seu próprio visual, ajustando o look ao seu estilo.

 

BBNewsEntrevista – O que você considera ao sugerir determinado corte para determinada pessoa?

Éder Bueno – Se a pessoa tem tempo de cuidar, se está disposta a investir e se a profissão dela segura o look.

 

BBNewsEntrevista – Qual a coqueluche do momento no que se refere a cor?

Éder Bueno – Eu acho que no momento é o natural, mas tem de cuidar. Nada de deixar amarelado. Mas todas as cores podem ser usadas, quando harmonizadas com a cliente.

 

BBNewsEntrevista – Qualquer cor de cabelo vai bem em qualquer pessoa?

Éder Bueno – A cor tem de ser estudada para cada pessoa.

 

BBNewsEntrevista – Você é do time que acha que mulher madura não pode ter cabelos longos?

Éder Bueno – Acho que a mulher tem de se sentir bem e estar segura do que está usando. Agora, tem de ter bom senso.

 

BBNewsEntrevista – Erro comum que se comete em nome da vaidade extrema – no que se refere à sua profissão…

Éder Bueno – É ser o que não é: muita progressiva e fiapos destruídos com química errada. Hoje todo o natural pode ser melhorado sem perder de vista a saúde do cabelo.

Avatar

Este post foi escrito por: Britz Lopes

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

2 comentários em "Nosso Edward Mãos de Tesoura"

Deixe uma resposta