quarta-feira, 17 de julho de 2024

O compacto que satisfaz com charme e funcionalidade

 

Optar por morar em apartamento compacto tornou-se um estilo de vida, pautado na racionalidade e praticidade. Para torná-lo acolhedor e prático, entra em cena a arquitetura de interiores, com soluções criativas, charmosas e muito funcionais. “Precisamos medir o impacto das volumetrias de cada mobiliário, assim é possível enxugar excessos”, diz a arquiteta Elisa Cozadi, que desenvolveu diferentes soluções para apartamentos de um quarto ou duas suítes com lavabo, com medidas de  40 a 79 metros quadrados.

 

Ela conta que a demanda por decoração de apartamentos compactos cresceu na ordem de 50% nos últimos anos e a busca do arquiteto para este momento mostra o quanto o consumidor está mais consciente de que é preciso investir em planejamento para otimizar espaços. A especialista compartilha cinco dicas essenciais para o design de apartamentos pequenos e acolhedores. Confira:

 

Crie a sensação de amplitude

A aplicação de técnicas que ampliam visualmente o ambiente é crucial. O uso estratégico de espelhos reflete a luz natural, enquanto cores claras contribuem para a sensação de um espaço mais amplo. Outra estratégia é a integração de espaços. “Nós colocamos uma porta retrátil entre o quarto e a sala, assim o apartamento vira um loft amplo quando o morador está sozinho, ou pode trazer a privacidade se ele receber alguma visita”, explica.

 

Economize nas medidas

Pode parecer insignificante, mas alguns poucos centímetros a mais ou a menos podem fazer diferença na hora de escolher a mobília. “O rack em marmoraria, assim como o suporte giratório da TV, atendem tanto a sala como o quarto. Ao invés de colocar uma mesa de centro na sala, optamos por duas mesinhas de apoio que ocupam menos espaço. A mesa de jantar em vidro para 4 pessoas atende também uma possível demanda de trabalho em casa”, diz. Outra solução foi, sem alterar a medida do banheiro, criar um lavatório externo, deixando apenas o vaso e o chuveiro na parte privativa. “Assim, duas pessoas podem se beneficiar do espaço garantindo mais privacidade ”, explica.

 

Separe áreas de armazenamento

Em toda casa, a organização é fundamental para que o espaço seja acolhedor e prático. No caso do apartamento pequeno, é ainda mais crucial ter o lugar para armazenar livros, roupas, sapatos, compras. “Os armários planejados, feitos sob medida, ajudam na organização e são desenhados de acordo com as necessidades de cada usuário, garantindo espaços inteligentes de armazenamento”, diz Elisa. Ela também incluiu no projeto uma chapelaria na entrada do apartamento que também ajuda no armazenamento de objetos do dia-a-dia, evitando que fiquem espalhados pela casa.

 

Alie estética à funcionalidade

No apartamento compacto, nem sempre há espaço para adornos e peças decorativas com volume, mas dá para associar no mobiliário detalhes que trazem um charme especial.  Elisa Cozadi diz que procura entender o estilo de cada morador para propor elementos que tornem o local agradável. “Elementos como vidro canelado nos armários da cozinha, uma luminária diferente, um material mais nobre para o rack da sala, assim como um tapete podem trazer mais personalidade e sofisticação ao espaço”, cita. Ela optou por fazer os racks das salas em mármore e quartzito, o que trouxe beleza e nobreza ao ambiente. A arquiteta também optou por embutir a geladeira e o tanque com a marcenaria, garantindo um ambiente mais bonito e organizado.

 

Invista em iluminação

Para a arquiteta, um bom projeto luminotécnico é indispensável em espaços pequenos, ela sugere a mescla entre iluminação direta e indireta que pensada estrategicamente garante conforto e aconchego. “Ainda utilizamos peças decorativas como arandelas, pendentes e abajur para compor a iluminação que, aliados à estética, dá personalidade ao espaço”, diz.

 

Com: Comunicação sem Fronteiras

Foto: Matheus Brava

Avatar

Este post foi escrito por: Britz Lopes

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

Deixe uma resposta