segunda-feira, 17 de junho de 2024

O neoexpressionismo de Mario Pirata

 

Para os apreciadores de arte, a dica é conferir a exposição “Crônicas de um Mondo Bizarro”, individual do artista visual Mario Pirata, que foi prorrogada até o dia 27/05, no Centro Cultural Octo Marques. A mostra está montada na galeria Sebastião dos Reis com visitação gratuita de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas, e aos sábados, das 9 às 15 horas.

 

“Crônicas de um Mondo Bizarro” tem curadoria da também artista visual Anna Behatriz, e é composta por mais de 45 obras, inspiradas no neoexpressionismo alemão e estadunidense, pintura pós-modernista, além de referências pictóricas entre Rio, São Paulo e Goiânia.

 

Segundo a curadora, a exposição busca a visualidade de elementos na própria realidade. “O autor encontrou sentido no estilo figurativo e passou a produzi-lo em sua pintura, onde elementos figurativos passaram a incorporar essa nova fase. Com o tempo, esses novos elementos, tais como signos linguísticos e a figura humana, foram ganhando maior importância, e a pintura gestual passa a se fazer presente de forma sutil, como poderá se observar na exposição”, detalha.

 

Sobre o artista

Mario Pirata foi professor de História da Arte e Artes Visuais em diversas universidades de Goiânia durante os anos de 2009 a 2016. Entre 2017 e, recentemente, em 2023, retomou a produção de desenhos e pinturas originadas de uma pesquisa iniciada em 2014. Hoje, todo esse trabalho se consolida em “Crônicas de um Mondo Bizarro”, sendo a sua primeira exposição individual.

 

SERVIÇO

Exposição Crônicas de um Mondo Bizarro, de autoria do artista visual Mario Pirata

Visitação: Até 27/05

Horário: De segunda a sexta-feira, das 9 às 17h, e aos sábados, das 9 às 15h

Local: Galeria Sebastião Reis, Centro Cultural Octo Marques, Parthenon Center. Rua 4, entrada pela Rua 7, n° 515, Centro.

Entrada gratuita

 

Com: Secretaria de Estado da Cultura – Governo de Goiás

 

Avatar

Este post foi escrito por: Britz Lopes

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

Deixe uma resposta