sábado, 18 de maio de 2024

Paris com Cris

Um gênio chamado Thierry Mugler  —  Um dos grandes eventos culturais em cartaz na capital francesa, até o dia 24 de abril próximo, é a exposição Thierry Mugler, Couturissime. O festejado estilista morreu no dia 23 de janeiro deste ano e deixou grande legado. O palco deste espetáculo é o belíssimo Musée Des Arts Décoratifs, mais popularmente chamado de Mad. Esta exposição nos faz mergulhar no imenso universo de Mugler, revelando as diversas faces e fases de suas criações.

Com fotos, vídeos e as várias peças expostas o visitante pode acompanhar o passo a passo das suas criações, como o perfume Angel e os vestidos usados por grandes estrelas, como Jerry Hall, David Bowie e pricipalmente por sua musa, Grace Jones. Foi um visionário futurista e o seu estilo, pode-se dizer atemporal.

 

O lendário estilista francês Manfred Thierry Mugler revolucionou a forma como vemos moda, nos anos 80 e 90, através de suas criações ousadas e seus desfiles extravagantes. Morreu e deixou um legado invejável. O impacto de Mugler na moda é enorme, por isso, relembramos a sua trajetória e homenageamos a história do estilista.

 

 

O ícone – Manfred Thierry Mugler nasceu em Estrasburgo, na França, e começou a carreira como dançarino. Aos 24 anos muda-se para Paris e desperta a atenção por seus looks ousados. Foi fotógrafo, vitrinista e assistente de design para grifes de Milão, Londres e Paris.

Desenhou sua primeira coleção em 1973, mas foi nos anos 80, já com sua marca homônima, que deu novo significado ao conceito de elegância. Depois vieram a primeira loja em Paris, o primeiro desfile-espetáculo, em espaço aberto, mudando também o formato do fashion show tradicional.  Em 1992 lança o perfume Angel, sucesso no mundo todo.

Foi também o ano de sua primeira coleção de alta-costura no Ritz de Paris. E nunca mais parou de se superar. Dialogou com o pop, fez e aconteceu. Tempos depois passou a se dedicar exclusivamente à perfumaria; aposentou-se em 2002 e mudou-se para Nova York para fazer design de figurino. Adotou a reclusão da mídia e atuou como conselheiro artístico de Beyoncé. Só em 2010 retoma suas linhas de vestuário apenas como Mugler. Agora, recebe justa homenagem.

Avatar

Este post foi escrito por: Cristina Pinheiro

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

Deixe uma resposta