quinta-feira, 25 de abril de 2024

Projeto quer dar vida ao maior corredor de Ipês do mundo

 

Será lançada hoje,  20 de setembro, às 19 horas, na Cerrado Cervejaria, a Campanha Alameda dos Ipês 2023, um projeto paisagístico de reflorestamento nas laterais do Caminho de Cora Coralina, uma trilha de longo curso com 312 km de extensão para ciclistas e caminhantes. Objetivo é a implantação do maior corredor de ipês do mundo com 100 mil Ipês em cores variadas. A iniciativa é do engenheiro agrônomo Marcelo Conrado, idealizador do projeto e diretor da Replantt – Organização para Preservação Ambiental.

 

O plantio teve início em 2021, em Corumbá e São Francisco de Goiás; e em 2022 na Fazenda Caiçara, no município de Pirenópolis. Ao todo já foram plantados cerca de cinco mil Ipês. O projeto ganhou parcerias estratégicas importantes e em 2023 a meta é acelerar o plantio buscando novos parceiros, sejam pessoas físicas ou jurídicas, através de uma campanha em nível mundial na plataforma de Crowdfunding Benfeitoria.

 

O projeto prevê ainda monitoramento das árvores plantadas, envolvimento das comunidades locais, através de eventos de conscientização ambiental, valorização da cultura e tradições do povo goiano e qualificação para a correta destinação de resíduos. “Realizar ou apoiar uma campanha é acreditar na potência das pessoas e nas nossas relações. É valorizar a criatividade humana, o cuidado coletivo e o fazer junto”, destaca Marcelo Conrado.

 

 

Números que assustam

 

Todos os dias são consumidos produtos que em seu processo de produção, seja industrialização, transporte ou comercialização, geram emissão de poluentes que contaminam o solo, rios, mares, aquíferos, afetando a fauna e flora. Ao mesmo tempo, em que nossas atividades diárias geram poluentes, estamos consumindo derivados de celulose (árvores) como móveis, papel, embalagens de alimentos, carvão e até mesmo pneus de avião que utilizam fibra de árvores para aumentar a resistência às altas temperaturas.

 

Nesse contexto, estamos perdendo 15 bilhões de árvores a cada ano. Cinco bilhões são replantadas anualmente, sendo a maioria em plantios comerciais (Eucalipto, Mogno Africano, Teca) e que, em algum momento, serão derrubadas para nosso consumo.

 

Ainda perdemos 10 bilhões de árvores ao ano e só nos resta 22% de florestas nativas no mundo. Nesse ritmo, é certo que continuaremos a ter graves problemas com abastecimento de água, extinção de espécies da fauna e flora etc.

 

Mudança de hábitos e comportamentos são necessidades urgentes, se buscamos um mundo melhor no futuro podemos iniciar com pequenas contribuições como plantar uma árvore por ano, descartar corretamente os resíduos e consumo consciente.

 

Foto Ipê amarelo: Rimene Amaral

@replanttoficial, @nb.press

Com: Nicholas Barhtras

 

Avatar

Este post foi escrito por: Britz Lopes

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

Deixe uma resposta