domingo, 21 de abril de 2024

Santa semana do retorno

 

Um ritual emocionante, que tem início exatamente à zero hora da quinta-feira santa, marca o fim do jejum de dois anos de uma das mais perfeitas encenações da perseguição e prisão de Jesus Cristo: a Procissão do Fogaréu, na Cidade de Goiás. Quando as luzes da cidade se apagaram e os farricocos com suas túnicas e chapéus coloridos, aparecerem carregando tochas brilhantes pelas ruas, não vai haver quem segure o arrepio e o choro contido – esse por causa de um mundo que não se curou de uma pandemia e entrou numa guerra. A perseguição continua… e os soldados são reais.

 

E, assim como os farricocos, a prefeitura da cidade, apesar de ter liberado o uso de máscaras, recomenda a todos que a população e os turistas não abram mão da proteção facial – os soldados perseguidores nem podem se mostrar. Valem, também, a manutenção do distanciamento e a utilização do álcool gel.

 

A programação da Semana Santa na antiga capital continua amanhã, com a Missa do lava-pés e da Santa Ceia do Senhor, às 19 horas, seguida da adoração ao Santíssimo Sacramento, na Catedral de Sant’ Ana, até as 23 horas. Depois, inicia-se a Procissão dos Penitentes com saída da Igreja São Francisco de Paula. Na sexta tem via sacra às 5 da manhã, a partir da Capela Nossa Senhora Aparecida até a Igreja Santa Rita de Cássia. Às 20 horas tem a cerimônia da dramatização do Descendimento da Cruz, seguida da Procissão do Senhor Morto, no Largo do Chafariz.

 

 

Programação musical – No Sábado de Aleluia, às 8 horas, no Teatro São Joaquim, haverá show com o cantor Marcelo Barra. A entrada é franca.

 

 

No sábado, a Veneração da Imagem do Senhor Morto será Santuário Nossa Senhora do Rosário, com início às 7 da manha. No mesmo dia, também marcada Virgília Pascal em várias das belas igrejas da Cidade de Goiás. Já no domingo de Páscoa, muitas edições da missa da Ressurreição: na Capela Nossa Senhora Aparecida, Santuário Nossa Senhora do Rosário, Igreja Santa Rita de Cássia, Catedral de Sant’ Ana, Chácara Paraíso e Igreja Santa Rita de Cássia.

 

 

Trindade

Trindade vive hoje um dos momentos mais solenes da Semana Santa: as missas e procissões do Senhor dos Passos, saindo da Matriz, e Procissão de Nossa Senhora das Dores, saindo da Igreja de Santa Luzia, ambas às 19 horas, à luz de velas, com o encontro às 20h30, no Santuário Basílica.

 

Na sexta, será a vez da única encenação da Paixão e Morte de Cristo no mundo realizada ao longo de uma rodovia. Os mais de 300 atores do Grupo Desencanto de Teatro voltam às estações da via sacra para apresentarem o espetáculo na GO-060, que liga Goiânia a Trindade. Mas, de hoje até lá, na capital do Divino Pai Eterno, missas, bênçãos, procissões à luz de velas e vigílias também estão programadas pela Igreja Católica no Santuário Basílica em vários templos católicos da cidade.

 

Às 7 horas, no quilômetro 5 da Rodovia dos Romeiros, onde fica a primeira estação da Via Sacra, terá início a encenação que depois se estenderá por vários quilômetros até o painel da 7ª estação. Este ano, logo no primeiro painel, haverá uma apresentação de cenas de Maria Madalena, dos discípulos, sacerdotes, soldados romanos e do povo, buscando reviver um pouco da história por volta dos anos 30 d.C.

 

 

Pirenópolis

Em Pirenópolis, como acontece em todas as festividades religiosas e manifestações populares regionais, os católicos ocupam as ruas com suas vestimentas e estandartes típicos da Semana Santa, emoldurando os casarões antigos do século XVIII. Um espetáculo de luz, cor e religiosidade.

Amanhã, às 20 horas, haverá a encenação da Ceia do Senhor, transladação do Santíssimo Sacramento e encenação da prisão de Jesus, no pátio da Paróquia do Rosário. Já na Sexta-Feira Santa, às 14 horas entra em cena a Via Crucis, encenação com a participação de atores locais. No mesmo dia, às 19 horas, tem a Procissão do Senhor Morto pelas ruas históricas. Já no domingo de Páscoa, várias missas são celebram a ressurreição de Cristo.

 

Foto farricocos: Fer Marques

Foto Igreja Pirenópolis: Marcio Fernandes

Foto Paixão e Morte: paieterno.com.br

Avatar

Este post foi escrito por: Britz Lopes

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

Deixe uma resposta