segunda-feira, 17 de junho de 2024

Vamos tirar a máscara e sorrir para a vida

 

Acolhimento, atenção com o paciente e cuidado redobrado com todos os protocolos de segurança. Em dois anos de pandemia, nós, os profissionais da odontologia, formamos um exército coeso no combate ao novo Coronavírus. Transformamos nossos consultórios em fortalezas esterilizadas para que ninguém descuidasse da saúde bucal.

 

Neste 7 de abril, Dia Mundial da Saúde, quero lembrar que o enfrentamento ao vírus é uma dinâmica que adotamos em nosso ambiente de trabalho e que não será esquecida. A odontologia brasileira tem cadastrados, hoje, cerca de 543 mil profissionais, entre cirurgiões-dentistas, técnicos e auxiliares que uniram suas forças na guerra invisível contra o inimigo que já matou mais de 660 mil brasileiros.

 

Há muito o que comemorar, mas nunca podemos nos descuidar. Os procedimentos que adotamos são conectados para o alinhamento de medidas primordiais à saúde da população – criteriosos protocolos de sanitização, esterilização de instrumentos e investimentos em EPI´s de primeira qualidade –, foco principal de uma classe que se reinventa para reduzir, a cada dia, a possibilidade de contaminação por esse vírus que entra pelo nariz e boca.

 

E, apesar de todos os nossos esforços, entre as consequências geradas pela pandemia estão problemas de saúde bucal que não eram considerados urgentes e tiveram de ser cancelados ou adiados, o que acarretou aumento de casos de dor de dente e complicações que muitas vezes resultaram em casos mais graves poderiam ter sido evitadas. Então, aproveitando este importante dia, parabenizo todos os profissionais da saúde, em especial os da odontologia e chamo de volta nossos queridos pacientes – razão de nossos estudos e nossos cuidados. É chegada a hora de tirar a máscara e sorrir para a vida!

 

Artigo escrito pelo dentista Rogério Penna, presidente do Instituto Rogério Penna, especialista em lentes de contato dentais

 

 

Avatar

Este post foi escrito por: Britz Lopes

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

Deixe uma resposta