quinta-feira, 18 de julho de 2024

Vem aí mais um mercúrio retrógrado

 

Todo cuidado é pouco, pois mercúrio, planeta regente de virgem, entrará em movimento retrógrado no próximo sábado, dia 10 de setembro, às 00h38, horário de Brasília, e só voltará ao movimento normal no dia 2 de outubro, no dia das eleições. Isso acontece no mesmo dia da única lua cheia exata no signo de peixes com o sol em virgem. Todos esses aspectos são um chamado do céu para que possamos alinhar auto-observação amorosa, determinação, planejamento racional e pragmatismo na direção do que se deseja.

 

O mercúrio retrógrado é um trânsito astrológico, mas não significa que o planeta esteja se movendo para traz, mas que no período, quando observado da terra, fica mais lendo e parece que está fazendo movimento inverso. Esta fase traz a necessidade de melhorar a comunicação entre nossas relações. É prenúncio de acirrado debate de ideias e variedade de perspectivas sobre a mesa; hora de se render e respeitar as diferenças – isso é evolução.

 

Tudo começou com a entrada da lua crescente em capricórnio, que deu início ao alinhamento de um grande trígono reunindo os três signos do elemento terra: lua e plutão em capricórnio, urano e nodo lunar em touro, sol e Vênus, que já entrou em virgem. Daí criou-se uma convergência extremamente favorável para conexão com a realidade e o momento presente, trazendo disciplina, discernimento e oportunidade de transformar o que precisa ser mudado para alcançar objetivos e metas futuros.

 

A entrada de Vênus em Virgem trouxe atenção aos detalhes, capacidade de auto-observação cuidadosa em relação ao próprio bem estar emocional também físico, fazendo deste o momento ideal para cuidar da saúde. Muitas vezes a atenção aos detalhes, tanto em relação a si mesmo como em relação ao planejamento de metas, passa despercebida e isso pode ser a razão de não alcançarmos os resultados esperados.

 

@paulabuenob

Avatar

Este post foi escrito por: Paula Bueno

As opiniões emitidas nos textos dos colaboradores não refletem necessariamente, a opinião da revista eletrônica.

Deixe uma resposta