segunda-feira, 17 de junho de 2024

Posts publicados por: Marcio Fernandes

A amável senhora que dava Rivotril para os gatos

2 de abril de 2024

  Marcio Fernandes – Estou com problema sério causado pela população de gatos que se mudou para a casa mais antiga de Goiânia, no bairro de Campinas. O imóvel tem fácil uns 150 anos. A princípio, eles eram dois. Agora são oito excomungados por todo lado no casarão. Eu Acho gato um bicho dissimulado e […]

Não vou tirar da agenda o nome dos meus amigos mortos

20 de março de 2024

  Marcio Fernandes – Hoje eu estava fazendo o trabalho de compartilhar texto da Bybritznews e, ao abrir o WhatsApp, dou de cara com o contato do Othon Violatti Junior. Ele morreu na segunda-feira, 18, em acidente de moto na BR-153. Conversamos algumas vezes no grupo do Caminho de Santiago. Não nos conhecemos pessoalmente, ficamos […]

“A Revolução de 64 acabou no Governo Castelo Branco”

17 de março de 2024

  Marcio Fernandes – Em depoimento à série Como foi a sua vida durante o Regime Militar, o professor de Direito Joveny Cândido de Oliveira, 88 anos, relata à Bybritznews minúcias do Golpe de 1964 pouco apresentadas pela historiografia brasileira. Personagem atuante na deposição de João Goulart desde a crise militar da Campanha da Legalidade, […]

Subversão simulada no Bar do Serapião

15 de março de 2024

  Marcio Fernandes – Eu nasci um ano e alguma coisa antes do 31 de Março de 1964, então não posso ser rotulado Filho da Ditadura. Minha situação era considerada boa até que os militares depuseram o João Goulart, Jango, por quem cultivei admiração simpática desde criança, embora hoje reconheça que ele estava mais para […]

Linha do tempo com os herdeiros do som

4 de março de 2024

  Marcio Fernandes – Corria meados de 1945. A Segunda Guerra Mundial estava no fim, e o País começou a olhar para o oeste, onde existia um Brasil-Central que era um sertão de fazer dó. Naquele ano em que renasceu o Século 20, o empresário, intelectual e escritor Waldomiro Bariani Ortêncio (1923-2023) deixou o Estado […]

O coração fraturado ouve A Deusa da Minha Rua

27 de fevereiro de 2024

  Marcio Fernandes – Imagina a cena de um homem praticamente cego, 87 anos, magro e ainda espigado, sentado no sofá de suspensório sem camisa? No átrio da casa mais antiga de Goiânia, com a luz das 10 horas entrando por janelas de 140 anos, ele olha meio perdido para a TV de 52 polegadas […]

Quando a saudade deixou de ser o pior castigo

16 de fevereiro de 2024

  Marcio Fernandes – Tudo pode caber em um dia de longa caminhada, depois de extenuantes passadas consecutivas que superam fácil 20 quilômetros. Em vez de segregar os desconhecidos, a distância dolorosa une até os opostos de mochilas nas costas, ainda que seja só por um tempo. Melhor, a longa distância da caminhada traçada no […]

Eu nunca vou pedir pizza na solidão

12 de fevereiro de 2024

Marcio Fernandes – É carnaval e sinto alegria arrebatadora por não ter TV aberta em casa. Uai, não estou exatamente feliz na celebração da segunda semana de alimentação de Ifood. Nada contra o aplicativo. Funciona. Rola tristeza dos motoqueiros da entrega na chuva. Sempre muito subservientes, os coitados se alegram com gorjeta de 5 reais […]

Os musgos do infinito particular

1 de fevereiro de 2024

  Marcio Fernandes – Tem dia que um pouco de tudo acontece no Bosque dos Buritis, onde treino praticamente toda tarde. É o mesmo lugar que nunca é o mesmo porque aparece alguém que anda por lá com a liberdade completa de expressar o lado doido da vida. Ontem, nas cercanias do vendedor de garapa […]

A gente morre de saudade de nós

21 de janeiro de 2024

  Marcio Fernandes – Uai, é muito bom ser coçado nas costas. Sabe daquela recuada estrutural da cadeira na qual as unhas passam por todo território? Cervical, dorsal e lombar. O Daniel pedia para ser coçado antes de dormir quando era criança. “Toça, pai!”. Ainda pede e eu o socorro na divisão de algum chocolate […]